Projeção da Vacinação no Brasil e Impactos sobre a Pandemia (Economic Research)

Projeção da Vacinação no Brasil e Impactos sobre a Pandemia (Economic Research)

Pensando na importância da vacinação para a retomada da atividade econômica, o time de Economic Research da Stone, em parceria com o Instituto Propague, lança um relatório sobre as projeções da vacinação até o final deste ano e os impactos que ela terá sobre a pandemia. Baixe gratuitamente o relatório completo!

Baixe gratuitamente

Com o intuito de contribuir para o debate acerca da curva de vacinação brasileira e considerando a importância de que seja feito o controle da pandemia para a atividade econômica voltar à normalidade, a Stone fez um estudo com projeções da vacinação até o final de 2021, com base nas informações públicas disponibilizadas pelo Ministério da Saúde. 

Produzido em parceria com o Instituto Propague, o relatório traz estimativas sobre o ritmo diário da vacinação no Brasil até o final do ano e os potenciais impactos que ela terá sobre a pandemia. 

O estudo traz como diferencial a outras análises produzidas e divulgadas até então as estimativas, a partir dos microdados, do tempo necessário para aplicação das doses que são distribuídas a estados e municípios, permitindo o cálculo de cenários mais realistas a respeito da evolução da vacinação no país. Também é considerado o ritmo desigual do programa de imunização entre estados e municípios, o que atrasa a vacinação dos grupos prioritários. 

Levando em consideração o cenário “base” (em que atrasos no cronograma de entregas são incorporados), o modelo desenvolvido prevê que a marca de 100 milhões de brasileiros vacinados com a 1ª dose será atingida em meados de agosto. No mesmo cenário, ao término de 2021 atingiremos 68% da população com a 1ª dose aplicada e 57% com a 2ª dose.

O estudo ainda mostra que a imunização da população com idade acima de 60 e de pessoas com comorbidades deve gerar no curto prazo uma redução nos óbitos desses grupos. A despeito disso, permanece a possibilidade de novas ondas da pandemia com potencial para gerar pressão no sistema de saúde. 

Para conferir o estudo e as projeções feitas em cima dos dados disponibilizados pelo Ministério da Saúde, baixe o relatório completo e gratuito abaixo. 

 

 

*O relatório foi revisto em 13/05/2021.

Baixe gratuitamente

Bem-vindo ao site do Instituto Propague. Para uma melhor experiência de navegação coletamos cookies. Ao continuar acessando este site você concorda com nossa Política de Privacidade.

Aceitar