Regulação de criptomoedas no Brasil e no mundo: abordagens e tendências

Regulação de criptomoedas no Brasil e no mundo: abordagens e tendências

O crescimento das criptomoedas no Brasil e no mundo tem trazido o debate sobre a necessidade de regulação do mercado. O movimento, no entanto, não tem sido uniforme nem simples. Nesta carta analisamos o debate regulatório de países cujas ações têm chamado a atenção recentemente para apontar tendências para o Brasil, mas também para o cenário internacional.

Baixe gratuitamente

Com o crescimento das criptomoedas no Brasil e no mundo nos últimos anos, o debate sobre a necessidade de regulação tem ganhado relevância internacional. Porém, o movimento ainda é inicial e tem brechas de compreensão sobre o objeto a ser regulado, já que não há uma tendência regulatória clara com adesão múltipla em uma mesma direção, como no caso do Open Finance. O resultado é que empresas e usuários têm dificuldade de acompanhar a situação para tomar decisões. 

Na terceira edição da Carta Propague – relatório periódico para acompanhamentos e análises sobre tendências regulatórias para o sistema financeiro e mercado de pagamentos –  olhamos para o debate regulatório de países cujas ações têm chamado a atenção recentemente para contextualizar a situação do Brasil e apontar tendências que podem ser esperadas no país e cenário internacional.

Na leitura você verá que o mercado precisará se adaptar a um marco regulatório no curto a médio prazo e este será focado em proteger o usuário, garantir a estabilidade do sistema financeiro, reduzir assimetria de informação e usar CBDCs para competir com stablecoins. Essas tendências aparecem para o mercado de criptomoedas no Brasil e no mundo. 

O que ainda está incerto é a construção dos instrumentos regulatórios e seus respectivos resultados. Nessa frente, olhar para acertos e erros dos países com estruturas já aprovadas pode ser um caminho para uma trajetória menos turbulenta e mais favorável ao mercado brasileiro.

Leia mais sobre o assunto: Moedas digitais: entenda o que são criptomoedas, stablecoins e CBDCs

Baixe gratuitamente

Bem-vindo ao site do Instituto Propague. Para uma melhor experiência de navegação coletamos cookies. Ao continuar acessando este site você concorda com nossa Política de Privacidade.

Aceitar