Antecipação de recebíveis: 45% dos pequenos negócios brasileiros usam pré-pagamento de cartão, aponta pesquisa

Antecipação de recebíveis: 45% dos pequenos negócios brasileiros usam pré-pagamento de cartão, aponta pesquisa

Reduzir o prazo de recebimento das vendas realizadas no cartão de crédito é importante para MEIs, micro e pequenas empresas.

A pesquisa “Uso da Maquininha 2021“, publicada pelo Sebrae em junho deste ano (2021), aponta que 45% dos empresários em micro e pequenos empreendimentos no Brasil recorrem à antecipação dos recebíveis das vendas no cartão frequentemente. Outros 18% utilizam o recurso esporadicamente.

Normalmente, o pagamento por uma venda no cartão de crédito demora cerca de 30 dias para chegar na conta do estabelecimento comercial. O pré-pagamento dos recebíveis de cartão é um serviço disponibilizado pelas credenciadoras aos estabelecimentos para antecipar a liquidação e reduzir esse prazo.


Fonte: Sebrae, Uso da maquininha 2021.

| Confira também: Antecipação de recebíveis: entenda as vantagens da registradora

Segundo dados da Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP) e da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), a antecipação de recebíveis pelas credenciadoras representa aproximadamente 15% do volume transacionado pelos cartões anualmente. Em 2020, R$287 bilhões foram antecipados pelas credenciadoras.


Fonte: Elaboração própria com base em dados da Abecs e da CIP.

A pesquisa do Sebrae aponta que está crescendo o percentual de micro e pequenos empreendimentos que fazem uso desse recurso. Cinco anos atrás, metade dos entrevistados pelo Sebrae nunca tinham antecipado o recebimento das vendas. Em 2021, esse percentual caiu para 36%.

Além disso, o prazo para recebimento das vendas é um dos fatores levados em conta na escolha por uma credenciadora, depois do custo. 43% dos empresários entrevistados pelo Sebrae afirmaram que menor prazo de recebimento foi motivo para escolher a maquininha.

Custo da antecipação de recebíveis é fator relevante para escolher maquininha

Em maio de 2021, a taxa de juros média anual cobrada pela antecipação de recebíveis foi de 8%, segundo estatísticas do Banco Central. Há 2 anos, esse valor era de 20%. A redução no custo da antecipação pode ser associada à queda nas taxas de juros básica da economia, a Selic, e à maior competição entre as credenciadoras nos últimos anos.

Mesmo com essa queda, para 73% dos empresários que usam cartão a redução das taxas de desconto e de antecipação é a principal melhoria que esperam das credenciadoras. No mesmo sentido, o custo com taxas foi o terceiro maior motivo citado por aqueles que não utilizam a maquininha de cartão, depois de “preferência por outras formas de pagamento” e “baixo volume de vendas”.

| Leia também:

Bem-vindo ao site do Instituto Propague. Para uma melhor experiência de navegação coletamos cookies. Ao continuar acessando este site você concorda com nossa Política de Privacidade.

Aceitar