Antecipação de recebíveis: entenda as vantagens da registradora

Antecipação de recebíveis: entenda as vantagens da registradora

Flexibilidade na antecipação de recebíveis e mais opções de financiamento para o varejo são os destaques da nova regra para registro de recebíveis que entrou em vigor.

Nesta segunda, 07 de junho, começou a valer a nova regra do Banco Central para registro de recebíveis de cartão de crédito e débito que vai transformar a antecipação de recebíveis, importante mecanismo de financiamento do varejo.

A partir de agora, todos os pagamentos com cartões ficam registrados em um banco de dados gerido pelas registradoras autorizadas pelo Banco Central. Dessa forma, os registros de todos os pagamentos que uma empresa tem a receber por vendas no cartão (recebíveis) vindas de todas as credenciadoras e bandeiras ficarão reunidos em um só lugar.

O Banco Central espera que o registro de recebíveis gere uma redução no custo e expansão do crédito para pequenas empresas, que em geral dependem das garantias para obter empréstimos com taxas favoráveis.

| Não sabe o que faz a registradora de recebíveis? Nós explicamos.

Mas afinal, quais são as vantagens do registro de recebíveis?

Esses recebíveis, uma vez registrados, ficarão disponíveis para consulta e poderão ser negociados como um ativo por diferentes agentes do mercado: credenciadoras, bancos, financeiras, fintechs, fornecedores.

“O grande objetivo dessa mudança é dar liberdade ao lojista para negociar seus recebíveis com diferentes credores. O que a registradora faz, basicamente, é reduzir a assimetria do acesso à informação”, disse Breno Moreira, líder de produtos e tecnologia da registradora TAG, à revista Exame.

Isso impacta diretamente a negociação da antecipação dos recebíveis do cartão e o mercado de crédito com garantia, importantes fontes de financiamento de micro e pequenas empresas no varejo.

Segundo a Abecs, os cartões já transacionam mais de R$2 trilhões anualmente, e metade de todas as vendas em cartão de crédito são parceladas – o que significa que há um volume significativo de pagamentos que demoram mais para chegar até a conta dos lojistas. Agora, esses recursos vão alimentar o mercado de crédito para empresas.

Flexibilidade na antecipação de recebíveis

Uma das principais mudanças é no funcionamento da antecipação de recebíveis.
Esse serviço é ofertado pelas credenciadoras aos clientes que desejem receber o pagamento das vendas em cartão imediatamente, em vez de esperar o prazo tradicional (30 dias em compras à vista no crédito).

Agora, a antecipação não precisa mais ser feita pela mesma credenciadora que processou o pagamento. Ou seja, uma loja que utilize diferentes maquininhas poderá negociar com as diferentes credenciadoras e escolher aquela com as melhores taxas e condições para antecipar todos os seus recebíveis.

| Confira nosso podcast sobre o tema: Registradora de recebíveis e as oportunidades no mercado de adquirência

O fim da trava bancária

Antes do registro de recebíveis, os estabelecimentos comerciais só conseguiam negociar empréstimos garantidos por recebíveis com os bancos de domicílio, isto é, onde normalmente recebem os pagamentos das vendas com cartão. Isto porque as demais instituições no mercado de crédito não tinham visibilidade desses recebíveis.

Além disso, por segurança, todos os recebíveis do estabelecimento por um certo arranjo de cartão ficavam “travados” na conta do banco até que o empréstimo fosse totalmente pago.

A flexibilidade com o registro de recebíveis é que agora apenas o valor contratado no empréstimo fica comprometido. Da mesma forma, será possível dividir um registro (uma Unidade de Recebível) de alto valor para negociar apenas uma parte quando o estabelecimento precisar de um financiamento menor.

Já no caso de uma necessidade de financiamento mais alta, será possível somar os recebíveis de cartão das diferentes bandeiras e credenciadoras para pedir um empréstimo maior. Ou seja, usar os recebíveis gerados por todas as “maquininhas”, independentemente da modalidade de pagamento e bandeira do cartão.

Expansão do crédito e novos modelos de financiamento no varejo

Podendo acessar mais financiadores e com a garantia, lojistas podem esperar melhoria no acesso a crédito com a negociação de recebíveis.

Da parte dos financiadores, há mais segurança a partir do registro de recebíveis, impedindo que o mesmo recebível seja utilizado com garantia em mais de uma operação.

Por fim, a modalidade de registro de recebíveis também abre a possibilidade para criação de novos serviços destinados ao mercado de recebíveis. Um exemplo é o uso de recebíveis para pagar grandes fornecedores, substituindo a modalidade de crédito de fornecedor. Outro exemplo anunciado recentemente foi a criação de um marketplace em que lojistas poderão negociar seus recebíveis com dezenas de financiadores.

A registradora de recebíveis é tema do Módulo 3 do nosso curso Evolução dos meios de pagamento: dos cartões aos pagamentos digitais. Confira!

 

 

Bem-vindo ao site do Instituto Propague. Para uma melhor experiência de navegação coletamos cookies. Ao continuar acessando este site você concorda com nossa Política de Privacidade.

Aceitar